É preciso se preocupar em melhorar o equilíbrio

É preciso se preocupar em melhorar o equilíbrio
Preocupe-se em salvaguardar e melhorar seu senso de equilíbrio pois, com o que envelhecimento, as quedas podem ter consequências graves. Mais de 90% de todas as fraturas de quadril são devidas a quedas. Quatro em cada cinco mortes decorrente de queda ocorrem em pessoas com mais de 65 anos. 

O simples medo de cair faz com que muitas pessoas reduzam as atividades que fortalecem os músculos e os reflexos essenciais ao bom equilíbrio e há uma surpreendente lista de medicamentos cujos os efeitos colaterais ameaçam o equilíbrio.

Se você está determinado a ficar firme em seus pés, preocupe-se em trabalhe seu movimentos.

Os sistemas corporais responsáveis pelo equilíbrio podem ser afetados por mudanças graduais devido ao envelhecimento ou aos efeitos colaterais dos medicamentos. Há também doenças que comprometem diretamente o equilíbrio e a marcha. Mas, muitos problemas de estabilidade causados pelo envelhecimento ou condições como artrite, acidente vascular cerebral, doença de Parkinson ou esclerose múltipla respondem bem a exercícios destinados a melhorar o equilíbrio.

Caminhar, andar de bicicleta e subir escadas são atividade que fortalecem músculos inferiores, coxas e pernas. Uma bicicleta ergométrica ou estepe é uma maneira segura começar.

O alongamento solta os músculos contraídos, o que pode afetar a postura e o equilíbrio.

Yoga é uma excelente forma de trabalhar o equilíbrio pois, fortalece e alonga os músculos, treinando as  habilidades de equilíbrio estático e dinâmico.

Outro exemplo é o Tai Chi pois, são feitos movimentos que envolvem mudanças graduais de peso de um pé para outro combinado com a rotação do tronco e estendendo os membros  oferecendo uma série de desafios para melhorar o equilíbrio.

Por mais de 50 anos, os cientistas do Instituto para a Pesquisa do Envelhecimento, afiliado da Harvard Medical School, têm estudado o que causa quedas entre os idosos e como preveni-los. 

Segundo os pesquisadores, uma das intervenções mais promissoras é o Tai chi, a antiga arte marcial chinesa, também conhecida como "meditação em movimento". Oferece paz interior aos praticantes sênior e melhora o equilíbrio, a flexibilidade e a agilidade mental.


E se você não estiver ativo? Pesquisas mostram que os exercícios certos podem ajudar pessoas sedentárias a melhorar dramaticamente sua força e equilíbrio em qualquer idade ou nível de habilidade.

Sempre é possível melhorar, procure orientação de um profissional competente, converse com seu médico se percebeu que com o uso de alguma medicação houve uma piora no seu equilíbrio. Exercite–se e terá uma qualidade de vida melhor com maior capacidade funcional, agilidade e independência.
Fonte: https://www.health.harvard.edu/promotions/harvard-health-publications/better-balance-easy-exercises-to-improve-stability-and-prevent-falls?

Gostou? Então compartilhe:

Exames Relacionados

Veja os exames relacionados a esta matéria

Eletrocardiograma

Eletrocardiograma

Exame destinado a registrar a atividade elétrica responsável pelos batimentos do coração. É indolor.

Veja mais
Teste Cardiopulmonar

Teste Cardiopulmonar

A Cardiométodo disponibiliza este exame tanto em esteira como na bicicleta. É a forma mais completa para avaliação e prescrição do exercício

Veja mais

POSTAGENS RELACIONADAS

Veja mais novidades sobre este assunto

Promovendo atividade física para os pacientes

Promovendo atividade física para os pacientes

Novas publicações  que reforçam a necessidade de  estimular a atividade física para promover a saúde. Artigo interessante  publicado...

Leia mais

Ensinamentos do Dr. Mário Rigatto

Dr. Mario Rigatto elegante, perfeito nas suas colocações as quais continuam pertinentes e de grande valor. Neste vídeo, gravado de entrevista em prog...

Leia mais
Os bons hábitos dos jogadores profissionais de tênis estão prolongando suas carreiras. O que se pode aprender com eles.

Os bons hábitos dos jogadores profissionais de tênis estão prolongando suas carreiras. O que se pode aprender com eles.

Se tornou cada vez mais comum no jogo de tênis profissional encontrar jogadores em seus 30 anos ou mais e competindo em um nível alto.O tenista profis...

Leia mais