Exercícios físicos para as mulheres grávidas: novas recomendações

Exercícios físicos para as mulheres grávidas: novas recomendações
Historicamente, as mulheres grávidas foram aconselhadas a abster-se de exercício físico devido a preocupações sobre o risco fetal.
 
As orientações tradicionais para as mulheres grávidas eram: desfrute o máximo de descanso possível durante a gravidez, se houver complicações o repouso prolongado na cama pode ser recomendado.

Simultaneamente, foram aconselhados a aumentar sua ingestão calórica durante a gravidez, com a ideia que estariam se alimentando "por dois". Soma-se a isso o fato de que em um percentual significativo de mulheres parte do peso ganho durante a gravidez se torna definitivo. 

Atualmente cerca de 45% das futuras mães começam a gravidez com sobrepeso ou obesidade, contra 24% no ano 1983. Além disso, quase metade das mulheres grávidas atualmente ganham mais peso em nove meses do que as quantidades recomendadas.

O peso materno elevado está associado a um maior peso da prole ao nascer e contribui para a transmissão da obesidade intergerações. Consequentemente, a gravidez evoluiu como um dos principais contribuintes para a epidemia mundial de obesidade e múltiplas comorbidades maternas e fetais relacionadas, algumas das quais com potencial risco de vida.

Muitos especialistas acreditam que a obesidade é combustível para obesidade através das gerações. Uma mãe com excesso de peso é susceptível de ter filhos com excesso de peso, que então dão à luz filhos já com sobrepeso. A tendência de pesar demais e mover-se muito pouco pode ser transmitida tanto através de genes como através do estilo de vida e meio ambiente.

Um novo artigo publicado recentemente no jornal da associação médica americana (JAMA) analisa quatro aspectos fundamentais do exercício durante a gravidez: segurança, benefícios, quando e como e, quais as precauções. Uma meta-análise recente de estudos com mais de 2.500 mulheres grávidas não encontrou risco de nascimento prematuro ou baixo peso ao nascer entre as mulheres de peso normal que se exercitaram. Exercício moderado é agora recomendado, mesmo para as mulheres que não fizeram exercício antes de engravidar. Na verdade, a gravidez é considerada um excelente momento para introduzir hábitos de vida saudável, porque a mãe está altamente motivada.

A lista de benefícios durante o período de gravidez é longa e inclui: menos macrossomia (nascimento de crianças com sobrepeso), menos diabetes gestacional, menos pré-eclâmpsia, menos cesarianas, menos dor lombar, menos dor na cintura pélvica e menor frequência de incontinência urinária. Peso adequado ao nascer também esta relacionado com menos obesidade na infância e na adolescência, o que pode contribuir para reduzir os problemas de sobrepeso na idade adulta.

Estudos de alta qualidade indicam que é seguro para as mulheres grávidas fazer exercício aeróbico moderado e treinamento de força a partir do momento da primeira visita pré-natal (cerca de semanas 9-12) até pouco antes do parto. A recomendação do exercício é a mesma que para as mulheres não grávidas: 20 a 30 minutos por dia na maioria dos dias da semana. 

Alguns exercícios devem ser evitados. Estes incluem corrida de longa distância, o que poderia aumentar a temperatura corporal e / ou causar desidratação; não ultrapassar 90 % da frequência cardíaca máxima; levantamento de pesos com muito esforço; ficar em posição supina (deitada com a barriga para cima) durante os últimos dois trimestres. 

"A gravidez já não é considerada um estado de confinamento", observam os autores do artigo, um trio de especialistas em saúde e exercício espanhol. "Um estilo de vida ativo durante a gravidez é seguro e benéfico."

Especialistas americanos concordam. Na semana passada, Lisa Bodnar, professora associada de obstetrícia, ginecologia e ciências reprodutivas da Universidade de Pittsburgh, publicou um novo relatório no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics que investigou as dietas de 7.500 mulheres grávidas. O estudo revelou porcentagens alarmantemente altas de açúcares adicionados e gorduras sólidas nas dietas das mulheres.
"A inatividade materna é a maior questão de saúde global no século 21 porque afeta as gerações atuais e futuras", diz Archer, agora diretor de ciência da Enduring FX, uma start-up de biotecnologia. "A atividade física adequada durante a gravidez regula tanto o apetite quanto o gasto energético, melhorando assim os resultados do parto tanto para a mãe como para a criança". Ele também diz que o melhor momento para melhorar a condição materna é antes da gravidez.

O relatório JAMA reflete, em grande parte, as conclusões de um "parecer de comitê" de dezembro de 2015 do Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas. Essa opinião afirmou que "a atividade física regular durante a gravidez melhora ou mantém a aptidão física, ajuda no controle do peso, reduz o risco de diabetes gestacional em mulheres obesas e melhora o bem-estar psicológico". Ela acrescentou que "não há justificativas confiáveis para prescrever repouso na gravidez", e observou que as mulheres podem continuar exercitando após o parto para melhorar sua própria aptidão cardiovascular.

Fonte:
By Amby Burfoot - https://www.washingtonpost.com/lifestyle/wellness/in-new-report-doctors-urge-more-exercise-for-pregnant-women/2017/03/21/22cca796-0d73-11e7-ab07-07d9f521f6b5_story.html?utm_term=.45aacc88f2ee

Exercise During PregnancyMaría Perales, PhD1,2; Raul Artal, MD3; Alejandro Lucia, MD, PhD4,5

http://jamanetwork.com/journals/jama/article-abstract/2612623

Author Affiliations
JAMA. 2017;317(11):1113-1114. doi:10.1001/jama.2017.0593


Exames Relacionados

Veja os exames relacionados a esta matéria

Eletrocardiograma

Eletrocardiograma

Exame destinado a registrar a atividade elétrica responsável pelos batimentos do coração.

Veja mais
Ergometria

Ergometria

São algumas das diferentes formas de chamar o exame de esforço. Na Cardiométodo pode ser realizado tanto na esteira rolante como na bicicleta ergométrica

Veja mais

POSTAGENS RELACIONADAS

Veja mais novidades sobre este assunto

Quais modificações podem ser encontradas em atletas master? Em algum momento o esforço intenso e prolongado pode ser prejudicial?

Quais modificações podem ser encontradas em atletas master? Em algum momento o esforço intenso e prolongado pode ser prejudicial?

A questão que se coloca é como o efeito cumulativo de muitos anos de treinamento pode afetar as estruturas cardíacas, função e, em última análise...

Leia mais
Doença cardiovascular: uma ameaça à saúde das mulheres.

Doença cardiovascular: uma ameaça à saúde das mulheres.

"When women visit their doctor and list off multiple symptoms, it can be confusing to know what is wrong with them. In the past we called them atypical,...

Leia mais
Colesterol elevado - Estilo de vida e remédios caseiros

Colesterol elevado - Estilo de vida e remédios caseiros

Mudanças no estilo de vida são essenciais para melhorar o nível de colesterol. Para trazer os números para baixo, é necessário perder o excesso de...

Leia mais