Por que você precisa de um abdômen forte?

Por que você precisa de um abdômen forte?
Um abdômen forte é importante por muitas razões, incluindo o desempenho desportivo, prevenção de lesões e tarefas diárias. 

Dezenas de grupos musculares compõem o núcleo de músculos do "core", incluindo os músculos do assoalho pélvico, o transverso abdominal (core de profundidade), oblíquos internos e externos (laterais do tronco), músculos das costas mais profundos, eretores da coluna (músculos das costas verticais), o diafragma, o glúteo máximo (traseiro) e o trapézio (parte superior das costas).

E, eles são todos extremamente importantes, não apenas para a aparência, mas para o desempenho esportivo, prevenção de lesões, tarefas diárias e manter a coluna vertebral a salvo, diz Anne Viser, uma fisioterapeuta do esporte- Spinal Fisioterapia" (USA) - "A ideia é que estes grupos musculares trabalham como uma equipe e precisam ser ativados e coordenados para se mover de forma eficiente", diz Viser.

Por isso, está longe de ser o suficiente para fazer um grande período de flexões e chamá-lo treino abdominal. Na verdade, isso pode ser contraproducente. Para criar um "core" equilibrado, são prescritos exercícios para a parte anterior e posterior e da frente do "core", mas também exercícios respiratórios, como respiração a diafragmática. É importante para ativar tudo no núcleo de cima (diafragma) para baixo (assoalho pélvico) para criar estabilidade e evitar lesões.

Segundo Pete McCall, porta-voz do Conselho Americano de Exercício e professor adjunto na ciência do exercício na Universidade Estadual de San Diego, o princípio básico por trás das lesões é um "core" fraco. Pode haver dor lombar, problemas no joelho, lesões no ombro e, o que ocasiona estes distúrbio é a tentativa de outros grupos musculares assumirem as funções destes músculos da cintura pélvica e abdominal, quando eles não estão preparados. 

A energia em um movimento, que poderá ser abrupto ou não, é transferida, isso significa que pernas, quadris, abdômen, ombros e braços estão incluídos nos movimento. Se o "core" é fraco, pode colocar pressão indevida sobre as costas ou no ombro, levando as lesões. Anne Viser acrescenta que as lesões do manguito rotador ocorrem frequentemente quando o meio das costas é fraco e o peito e parte superior das costas assume.

Problemas semelhantes podem ocorrer a partir de outros movimentos do cotidiano, como pegar sacos de supermercado do chão ou levantar coisas para colocar em prateleiras altas.

"Se você tem pernas fortes e braços fortes, mas o seu "core" é fraco, é como se você ter dois blocos de concreto com um balão entre eles". Em outras palavras, não é uma estrutura muito estável, explica Gabe Free, especialista em esporte de Washington - DC.

Um "core" forte é importante em quase todos os esportes. Mesmo corrida de longa distância, onde as pessoas nem sempre pensam que é importante e, é realmente fundamental para a postura"Se você não tem um "core" forte na marca de meia-maratona, você vai sentir dor na parte inferior das costas." - Gabe Free.

"É por isso que, se você tiver apenas 15 minutos por dia para se exercitar sugerimos dedicar esses minutos aos músculos que compõem o "core": músculos do assoalho pélvico, o transverso abdominal (core de profundidade), oblíquos internos e externos (laterais do tronco), músculos das costas mais profundos, eretores da coluna (músculos das costas verticais) "- Gabe Free

* Procure orientação de um profissional habilitado e coloque estes treinos em sua rotina. 

Fonte:

Gostou? Então compartilhe:

Exames Relacionados

Veja os exames relacionados a esta matéria

Ergometria

Ergometria

São algumas das diferentes formas de chamar o exame de esforço. Na Cardiométodo pode ser realizado tanto na esteira rolante como na bicicleta ergométrica

Veja mais
Teste Cardiopulmonar

Teste Cardiopulmonar

A Cardiométodo disponibiliza este exame tanto em esteira como na bicicleta. É a forma mais completa para avaliação e prescrição do exercício

Veja mais

POSTAGENS RELACIONADAS

Veja mais novidades sobre este assunto

Hipertensão: a gordura abdominal pode ser mais arriscado do que a gordura total do corpo

Hipertensão: a gordura abdominal pode ser mais arriscado do que a gordura total do corpo

Obesos apresentam desafios distintos, um grau menor de excesso de peso pode não ter impacto no aumento da mortalidade, depende, porém, de como a gordu...

Leia mais
Fatos sobre Mulheres e a doença cardíaca

Fatos sobre Mulheres e a doença cardíaca

A doença cardíaca é a principal causa de morte entre as mulheres nos Estados Unidos, respondendo por uma em cada quatro mortes .Embora a doença de c...

Leia mais
Correr com segurança

Correr com segurança

Há na atualidade um enorme esforço para que as pessoas pratiquem atividade física, entidades médicas, empresas e profissionais da área da saúde ut...

Leia mais